^ Voltar ao topo
(75) 3623-0940

O que significa ter uma mente ativa? Quais os benefícios?

O que significa ter uma mente ativa? Quais os benefícios?

Se você acompanha o Blog da Pax Bahia, já deve saber a importância que a realização de exercícios físicos representa para a manutenção da saúde, das funções fisiológicas e do bem estar tanto físico quanto emocional. Em conjunto com a alimentação equilibrada, são os dois principais pilares da longevidade e da qualidade de vida.

Porém, quando pensamos em atividade física, muitas vezes acabamos esquecendo que temos um órgão em nosso corpo da maior importância, que funciona como maestro de todas as nossas funções vitais: o cérebro. Exercitar a mente deveria ser uma preocupação tão comum quanto exercitar o corpo, afinal o bom funcionamento de um pode estar diretamente relacionado à saúde do outro.

Manter a mente ativa, ou exercitá-la, perpassa também por elementos relacionados ao que chamamos de saúde mental, em seus aspectos emocionais e psicológicos, mas refere-se principalmente à manutenção das funções neurológicas e cognitivas responsáveis por habilidades como retenção e o acesso à memória, coordenação motora, resposta rápida à estímulos visuais, capacidade de concentração, e muito mais.

Acredite, o sedentarismo mental existe e é tão maléfico quanto o físico. Acompanhe o nosso artigo e descubra a importância e as maneiras de manter a mente sempre ativa, forte e “lubrificada”.

Porquê exercitar o cérebro?

O nosso cérebro é a mais encantadora máquina presente na natureza em nível de complexidade estrutural e capacidade criativa. Também é, ainda, cheia de mistérios até mesmo para os cientistas, que ainda conseguem surpreender-se com as potencialidades desse órgão.

Até pouco o tempo atrás a verdade que se divulgava acerca do cérebro é que ele não era capaz de regenerar suas células nem produzir novos neurônios, mito que caiu por terra com as descobertas mais recentes. O hipocampo cerebral é capaz, sim, da regeneração e da neurogênese, ainda que isso ocorra de forma limitada e deva ser estimulado por condições ideais, sendo que uma das mais importantes é a constante atividade mental.

Nosso cérebro possui vários compartimentos, cada um responsável por uma parte do corpo, que se comunicam entre si por meio de uma rede neural toda interligada. Assim como acontece com o nosso corpo, quando deixamos de utilizar algum grupo muscular ele pode acabar atrofiando. O exercício cerebral consiste em ativar de forma consciente áreas do cérebro que podem estar sendo subutilizadas, bem como estimular de forma mais intensiva e direcionada nossas regiões cerebrais mais importantes, principalmente aquelas ligadas à memória, ao raciocínio e ao aprendizado.

O que é uma mente sedentária?

Essa não é uma pergunta difícil de responder. Uma mente sedentária é uma mente que não se movimenta, que tem muitas das suas possibilidades limitadas pela subutilização. É como se cada função do corpo e da mente fosse controlada por um cantinho diferente do cérebro, e quando fazemos sempre as mesmas coisas, nunca pegamos caminhos diferentes ou raramente temos novas experiências, alguns desses cantinhos que não são acessados acabam “criando ferrugem”, por assim dizer, e com o tempo podem perder sua capacidade de funcionar.

Sabe quando você resolve praticar uma atividade física nova e no dia seguinte você sente doer em lugares do seu corpo que você nem sabia que existiam? Pois é. Uma mente sedentária vai estar cheia desses cantinhos que precisam ser acessados, sentidos, exercitados, para manter a grande máquina cerebral a todo vapor mesmo na mais avançada idade.

Benefícios de uma mente ativa

Ter uma mente ativa significa evitar ficar estagnado eternamente em zonas de conforto, rotinas, realizando as mesmas ações o tempo todo. Como a mente controla todo o corpo, esse desafio pode ser encarado em qualquer tipo de situação ou atividade na sua vida, afinal qualquer tipo de nova experiência estará colocando a sua mente para trabalhar e absorver um novo estímulo ou aprendizado.

Você sempre escova os dentes com a mão direita? Tente escovar com a esquerda de vez em quando. Tem costume de tomar café todos os dias? Surpreenda o seu cérebro com um chá, com outros cheiros e sabores, só por alguns dias. Está acostumado a assistir TV antes de dormir? Você pode tentar ler um livro. Seus livros preferidos são os romances? Faça um esforço para ler um livro de crônicas ou de poesia.

Aprenda a tocar um instrumento. Descubra as regras de um novo jogo. A questão aqui não é abandonar as suas preferências, mas desafiar as lógicas a que o seu cérebro está acostumado para que ele precise acessar outras áreas de sua complexa estrutura.

O ideal é que as pessoas sigam essas premissas em todas as idades, pois os benefícios virão por meio de uma memória mais sólida, de uma maior capacidade de aprendizagem, maior capacidade interpretativa, um raciocínio mais ágil. Exercitar o cérebro também pode afinar a sua coordenação motora, apurar os seus reflexos e te proporcionar uma maior consciência corporal.

Todos esses benefícios possuem consequências práticas óbvias no cotidiano de uma pessoa. Se você é jovem e começar a realizar alguns exercícios mentais, verá sua capacidade de concentração aumentar e ficará mais fácil se dar bem nos testes e provas da escola. Adultos podem alcançar um maior rendimento e ter mais criatividade para solucionar problemas no trabalho.

Idosos terão mais autonomia e conseguirão retardar ou até anular os efeitos de declínio mental e físico comum à idade. Pesquisas indicam, inclusive, o papel de uma mente ativa na prevenção do Mal de Alzheimer.

Que tal começar desde já, independente da sua idade, a arregaçar as manguinhas da sua mente e colocar o cérebro para suar? Compartilhe essa ideia com as pessoas mais queridas e deixe-nos um comentário dizendo o que achou deste conteúdo!

Atendimento

Av. Sampaio, Nº 296, Centro
Feira de Santana - BA - 44125-280

(75) 3623-0940 / 3485-1210

paxbahia@paxbahia.com.br

Clique para ampliar