O que está causando a síndrome do intestino irritável?

O que está causando a síndrome do intestino irritável?

Você sofre com dor, inchaço abdominal, excesso de gases e períodos alternados de prisão de ventre e diarreia? Talvez você tenha desenvolvido a síndrome do intestino irritável.

Apesar destes serem sintomas comuns de outras doenças e alterações da rotina, quando eles se tornam crônicos pode ser um bom indicativo que você convive com a síndrome. E, embora não tenha cura, existem mudanças de hábitos e medicamentos que controlam a condição, melhorando significativamente a qualidade de vida do indivíduo.

Ainda não conhecia esse termo? Quer entender melhor o que pode estar causando a síndrome do intestino irritável? Então continue com a gente!

O que é a síndrome do intestino irritável?

A síndrome do intestino irritável é definida como uma doença “funcional digestiva”. A condição, ainda sem cura e portanto crônica, causa uma inflamação das vilosidades intestinais, provocando dor e inchaço abdominal, assim como uma grande quantidade de gases e períodos de prisão de ventre ou diarreia.

As crises podem ser causadas por diversos fatores, desde a ingestão de determinados alimentos até a situações de muito estresse. O conhecimento dos gatilhos para as crises é essencial para determinar um tratamento, mas as causas definitivas do desenvolvimento da síndrome ainda são desconhecidas.

O diagnóstico é feito pelo clínico geral ou gastroenterologista, através da avaliação dos sintomas e de exames, que podem incluir a colonoscopia.

Veja também outros exames para deixar a saúde em dia!

Sintomas do intestino irritável

Como já citamos brevemente no último tópico, os sintomas são de alterações no funcionamento do intestino. Veja os sintomas mais comuns, que podem aparecer separadamente ou de forma conjunta:

  • Desconforto e dor abdominal frequente;
  • Barriga inchada;
  • Cólicas frequentes;
  • Excesso de gases;
  • Alternância entre períodos de prisão de ventre e diarreia;
  • Alteração no aspectos das fezes;
  • Aumento do número de vezes de evacuação;
  • Sensação de nunca conseguir evacuar completamente.

Como você pode notar, são sintomas comuns também de outras doenças, então, a desconfiança de ser síndrome do intestino irritável deve vir da frequência com que esses sintomas aparecem e das circunstâncias em que eles aparecem.

Os sintomas dessa síndrome aparecem sem causa aparente. Ou seja, não estão relacionados à viroses, quedas de imunidade, alterações no funcionamento de outros órgãos ou ingestão de alimentos estragados. Quando apresentar os sintomas, tente notar o restante da sua rotina e o que pode os ter causado.

Possíveis causas

As causas para o desenvolvimento da síndrome ainda são desconhecidas, mas acredita-se em três principais possíveis causas: alergia a determinados alimentos, alterações hormonais e alterações no eixo cérebro-intestino.

Elo com ansiedade e depressão

Desde o lançamento da pesquisa e do livro “O segundo cérebro”, do médico e pesquisador Michael Gershon, crescem as evidências de que há uma grande conexão entre o cérebro e o intestino a partir de um grosso cabo de neurônios, formando o nervo vago – o nervo craniano mais longo do nosso corpo.

A partir dessas evidências, e das evidências apresentadas nos consultórios médicos a cada novo diagnóstico de intestino irritável, percebeu-se uma frequência maior de diagnósticos entre pacientes que apresentam transtornos psicológicos, como a ansiedade e a depressão.

É notável também que muitas pessoas que sofrem com a síndrome apresentam crises quando estão sob altos níveis de estresse.

Então, a principal linha de pesquisa de tratamentos hoje está relacionada aos cuidados com a saúde mental.

Veja também como o estresse pode afetar a sua pele.

Tratamentos para a síndrome do intestino irritável

Como comentamos anteriormente, ao receber o diagnóstico de intestino irritável é fundamental que o paciente passe a prestar muita atenção nos possíveis gatilhos que o levam a ter crises.

E é justamente na tentativa de evitar esses gatilhos, fazendo as alterações necessárias no dia-a-dia, que consiste o tratamento para a síndrome do intestino irritável. A Pax Bahia tem um artigo especial sobre reeducação alimentar, confira!

Algumas situações comuns que podem agravar as crises são: a ingestão de determinados alimentos, dietas muito ricas em proteínas e/ou fibras, comer em excesso em apenas uma refeição, períodos de estresse e ansiedade, alterações hormonais ligadas ao período menstrual, diminuição do hormônio serotonina no organismo, entre outros.

Quando os sintomas são muito fortes e as causas são pouco esclarecidas, o gastroenterologista pode prescrever o uso de remédios específicos para os sintomas apresentados.

Lembramos que esse artigo tem a intenção de contribuir com a disseminação de informações, ele não serve como diagnóstico e não deve, em nenhum momento, substituir a consulta médica.

A síndrome do intestino irritável não tem cura, mas pode ser controlada com alterações nos seus hábitos diários. Que tal começar uma vida mais saudável? Confira dicas de saúde física e mental aqui no blog da Pax Bahia!

Este conteúdo foi útil para você? Deixe seu comentário, curta e compartilhe; seu feedback é muito importante para nós. E não se esqueça de assinar a nossa newsletter. Até a próxima!

Matriz: Av. Sampaio, Nº 296, Centro Feira de Santana BA - 44125-280

(75) 3623-0940

(75) 3623-0940