^ Voltar ao topo
(75) 3623-0940

Como superar uma perda?

Como superar uma perda?

A vida é feita de ciclos. Em muitos desses ciclos, pessoas queridas nos deixam. A dor pode ser imensa e você pode se ver assombrado por ações que deixou de fazer quando essa pessoa estava viva. As oportunidades de encontros que descartamos, as palavras que não dissemos, os abraços que deixamos de dar. Tudo isso pode agravar uma situação de luto e tornar mais complexo o ato de superar uma perda.

Como foi dito: a vida é feita de ciclos. E a morte é uma etapa invariável do ciclo da vida. Aliás, uma das únicas certezas que temos é a de que todos vamos morrer. Muitas pessoas ao serem confrontadas com o questionamento “Qual é o contrário de morte?”, respondem “Vida”. Quando, na verdade, o contrário de morte é o nascimento - ambas etapas naturais da existência humana. Partindo desse pressuposto, a vida é o intervalo que há entre essas duas etapas. E é a essa fase que precisamos nos agarrar ao perder uma pessoa amada.

É preciso, nessas horas difíceis lembrar de que a pessoa viveu e completou seu ciclo, e vocês tiveram a benção de compartilhar a existência neste planeta.

Para ajudá-lo nesse momento, neste artigo, vamos falar sobre as melhores maneiras de superar uma perda. Acompanhe.

Para superar uma perda, aceite a transitoriedade da existência

Você pode até sentir que nunca mais será o mesmo - que nunca dará as mesmas risadas ou que não será completo de novo. Nesse momento, acolha o seu coração - embora não haja maneira de se lamentar sem dor, existem maneiras saudáveis ​​de passar por isso e que lhe permitem avançar construtivamente.

Não se contente com uma vida sem alegria - trabalhe com sua perda, pode ser de forma lenta, mas a evolução precisa ser gradual. Olhe para isso todos os dias, reflita sobre o movimento da vida e as coisas boas que ficaram. Apenas assim, você pode superar uma perda.

Encare de frente a tristeza

Depois de uma séria perda, às vezes queremos fazer alguma coisa - qualquer coisa - para diminuir a dor. Submeter-se a um hábito prejudicial, como uso de drogas, abuso de álcool, dormir demais, etc., pode ameaçar seu bem-estar e deixar você vulnerável ao vício e a mais sofrimento.

Você nunca vai realmente se curar até enfrentar a perda. Assim, ignorar a dor ou se manter sedado com distrações só vai funcionar por um determinado período de tempo. Não adianta fugir - a sua dor sempre vai alcançar você. Portanto, enfrente sua perda com coragem. Permita-se chorar ou lamentar de outra maneira que pareça natural. Somente reconhecendo a dor, você poderá começar a superá-la.

Quando uma perda está fresca em sua memória, sua dor merece toda a sua atenção. No entanto, você deve traçar uma linha de luto prolongado. Dê a si mesmo um período de tempo - talvez alguns dias ou semanas - para ficar profundamente triste.

Compartilhe seus sentimentos com os outros

É saudável procurar pessoas que prestarão o apoio que você precisa quando estiver triste. A compaixão das pessoas que lhe amam vai acalentá-lo nos momentos de dor. A terapia também é um processo que auxilia a superar a aflição.

Perceba as conversas como forma de expandir e compreender melhor suas emoções. Colocando-as em pauta, você enxerga de forma mais coerente o que está acontecendo dentro de você. Expressar-se é bom - você não precisa sentir a dor sozinho.

Guarde com carinho as boas lembranças

Memórias, objetos e fotos que lhe façam lembrar da pessoa amada podem ajudar nesse processo. É reconfortante saber que, mesmo que a pessoa não esteja mais aqui, a amizade, o amor e os laços pessoais que vocês criaram, de algum modo, ainda existem.

Ninguém será capaz de tirar isso de você, e o relacionamento que você teve sempre fará parte de sua essência. Algumas recordações sempre valerão a pena para lembrá-lo de sua própria coragem, tenacidade e capacidade de vislumbrar um futuro melhor.

Você tem alguma outra dica para superar uma perda? Já passou por um momento como esse? Deixe sua mensagem nos comentários.

Atendimento

Av. Sampaio, Nº 296, Centro
Feira de Santana - BA - 44125-280

(75) 3623-0940 / 3485-1210

paxbahia@paxbahia.com.br

Clique para ampliar