^ Voltar ao topo
(75) 3623-0940

Alimentação saudável: longevidade e qualidade de vida

Alimentação saudável: longevidade e qualidade de vida

Comer é muito bom e isso não se discute. A alimentação tem um papel crucial na vida de qualquer ser vivo e é uma das principais forças motrizes da evolução humana. Mais do que isso, para nós, humanos, comer também é uma fonte de prazer, de comemoração e de convívio social. Por essa perspectiva, o alimento está na nossa vida como combustível para o corpo e para a alma.

Mais do que combustível, no entanto, a alimentação pode desenvolver a importante função de um elemento de manutenção no nosso organismo. Para exemplificar, vamos imaginar que o nosso corpo é um carro e tudo que ingerimos, além de representar a gasolina, também será como o óleo que lubrifica as peças e evita o seu desgaste precoce, o líquido de arrefecimento que não permite que o motor superaqueça e estrague, os fluídos de freio e de direção, que favorecem a nossa mobilidade e o nosso equilíbrio. Enfim, deu pra entender, né?

A importância de uma alimentação saudável já se tornou um senso comum entre os médicos e muitos entusiastas de uma vida com mais qualidade. E, ao contrário de algumas modas e outros sensos comuns, podemos garantir que a alimentação saudável realmente faz jus à toda importância que lhe tem sido dada.

A quantidade, a qualidade e a variedade dos alimentos que ingerimos afetam diretamente o funcionamento do nosso organismo e detêm grande parcela do poder de prevenir o surgimento de várias doenças. O fator preventivo e a constante manutenção de nossas funções vitais são as chaves da qualidade de vida e da longevidade e, inevitavelmente, passam pela nossa boca.

Quer entender melhor os benefícios, as dificuldades e dicas incríveis sobre alimentação saudável? É só continuar lendo.

Benefícios

A lista de benefícios que uma alimentação saudável pode proporcionar ao nosso corpo é imensa, e tudo passa por nossos hábitos alimentares, tudo que escolhemos incluir e os fatores nocivos que devemos optar por excluir da nossa dieta. Acompanhe.

Prevenção de doenças

Saber identificar quais nutrientes são necessários para o seu corpo, quais possuem poder terapêutico e quais alimentos são completamente nocivos e desnecessários pode prevenir doenças crônicas adquiridas ou mesmo melhorar o seu convívio com a enfermidade.

Além de ser fator decisivo na prevenção de doenças como o câncer, a diabetes, a hipertensão e muitas outras, a construção de uma alimentação saudável baseada no consumo adequado de vitaminas, sais minerais, fibras e nutrientes é um reforço e tanto para a imunidade do organismo, que também passa a se defender melhor contra vírus, bactérias e outras situações adversas capazes de abalar as proteções do nosso corpo.

Saúde mental e disposição

Uma nutrição balanceada, que não permita excessos nem faltas, mantém o equilíbrio do seu bem estar físico e inibe a produção de substância consideradas estressoras, como por exemplo o cortisol, chamado de “hormônio do estresse”.

O controle dos horários e das quantidades e do que se come, também interferem diretamente na qualidade do sono e, por conseguinte, na saúde da pele, no humor e até na auto-estima.

A regulação dos níveis de energia no corpo também são um fator importante pois favorecem a disposição da pessoa, e, se aliados com alguma atividade física, ajudam a prevenir a depressão, cansaços e dores no corpo e a indisposição, estimulando a produção de hormônios ligados ao bem estar.

A fonte da juventude

A alimentação saudável combate o fator envelhecimento por duas frentes diferentes: primeiramente retarda o envelhecimento, uma vez que uma nutrição equilibrada aliada a outros hábitos saudáveis preservam por muito mais tempo a elasticidade da pele e a saúde dos cabelos, a funcionalidade do metabolismo e o bom funcionamento dos órgãos e articulações.

Na prática, isso significa muito mais tempo se sentindo jovem seja esteticamente seja fisicamente, preservando a disposição e a boa mobilidade.

Por outro lado, ao prevenir ou reduzir os efeitos de diversas doenças crônicas que costumam chegar junto com o envelhecimento, a manutenção de bons hábitos alimentares é capaz de prolongar a expectativa e fazer com que sua longevidade seja curtida com muito mais bem estar e qualidade de vida.

Não tem segredo e não precisa ser ruim

Muita gente torce o nariz quando se fala em alimentação saudável, pois já remete a imediatamente a comidas sem sabor. Na realidade, a base da alimentação saudável é muito simples e pede uma disciplina maior principalmente quando se trata de evitar o consumo excessivo de alimentos comprovadamente prejudiciais como o açúcar, o sal, as gorduras saturadas e os alimentos ultraprocessados.

Ademais, basta começar a utilizar alimentos de verdade (menos industrializados) e soltar a sua criatividade para fazer receitas que além de saborosas vão ajudar a manter o seu corpo e sua mente em perfeito funcionamento por muito mais tempo.

Gostou deste artigo? Fique à vontade para enviá-lo para algum conhecido ou compartilhar em suas redes sociais.

Atendimento

Av. Sampaio, Nº 296, Centro
Feira de Santana - BA - 44125-280

(75) 3623-0940 / 3485-1210

paxbahia@paxbahia.com.br

Clique para ampliar