^ Voltar ao topo
(75) 3623-0940

Entenda porque o consumo excessivo de sal é prejudicial à saúde

Entenda porque o consumo excessivo de sal é prejudicial à saúde

O sódio é um mineral encontrado no sal de cozinha e em diversos alimentos, dos quais ele já faz parte da composição natural. Grande parte do que consumimos é adicionada durante o consumo, fabricação ou preparo dos alimentos, na forma de sal ou de outros aditivos químicos. Sua função é manter o equilíbrio osmótico (que ocorre entre dois meios normalmente separados por uma membrana semipermeável) e regular o volume de fluidos corporais, como o sangue, além de atuar diretamente no funcionamento de músculos e nervos.

Mas, como tudo que é bom, se ingerido em excesso pode causar riscos graves para a saúde, sendo um dos maiores agentes de risco para o surgimento de hipertensão arterial e várias doenças cardiovasculares. O Ministério da Saúde já alertou a população sobre os riscos do consumo excessivo de sal e propôs diversas ações para combater o avanço da obesidade no país, um dos males decorrentes desse mau hábito.

Segundo um estudo da Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (ABIA), os alimentos industrializados são responsáveis por 24% do total do consumo de sódio, contra 71,5% oriundo do sal de cozinha. A média de ingestão do mineral por brasileiro é de 12 gramas diárias, muito além do recomendado, que são 5 gramas para um adulto, o equivalente a uma colher de chá.

Para começar a pegar leve no sal, é bom ter ideia dos problemas que ele pode trazer para a sua saúde, então listamos alguns deles aqui para você.

Hipertensão

Sódio em excesso aumenta a capacidade sanguínea de sugar líquidos dos tecidos para o sangue. Para preservar o equilíbrio e normatizar a falta de água nas células, o corpo aumenta a pressão arterial para irrigar os tecidos. Controlar o consumo já ajuda, mas após muito tempo, algumas lesões podem se tornar irreversíveis.

Osteoporose

O sal em demasia pode gerar desgaste nos ossos e causar a doença. Ele causa maior excreção de cálcio pela urina, além de dificultar sua absorção pelo corpo, que é imprescindível para manter os ossos saudáveis.

Pedra nos rins

A ausência de cálcio no organismo não é maléfica apenas para os ossos. Os órgãos tem limite para filtragem e excreção de substâncias no nosso corpo. Quando uma quantidade descomedida de sal é acumulada, eles não conseguem filtrá-lo e eliminá-lo, resultando na formação de pedras nos rins. Metade das causas desse problema está relacionado ao consumo indevido de sal.

Asma

Achou que a doença não tinha ligação alguma com o sal? Sua ingestão indevida pode provocar uma resposta negativa da histamina, um dos principais mediadores envolvidos em reações anafiláticas, inflamatórias e alérgicas. Uma dessas reações pode acabar em crise asmática.

Acidente Vascular Cerebral

Está diretamente ligado à hipertensão, já que esse aumento da pressão arterial por um tempo prolongado pode enfraquecer as paredes das artérias e obstruir os vasos sanguíneos, que podem se romper e causar um derrame.

Câncer no estômago

Ainda tratando das respostas inflamatórias causadas pelo sal em grandes quantidades, neste caso a reação pode ocasionar um crescimento celular muito rápido, evoluir para uma úlcera ou até mesmo um câncer. Boa parte dos cânceres do tipo poderia ter sido evitadas com a diminuição de ingestão de sal.

Envelhecimento precoce

O sódio causa desidratação em qualquer tipo de célula, tornando seu metabolismo lento e acarretando na sua morte. Ninguém quer aparentar ter 20 anos a mais só porque não tentou dar uma maneirada no sal, não é?

Retenção de líquido, inchaço e ganho de peso

Você que gosta de pegar pesado no sal: já reparou como se sente “inchado” em alguns dias? Isso acontece porque seus rins não filtram e nem liberam os fluidos, devido a alta quantidade de sódio; a água, então, vai para outros ambientes com baixa salinidade a fim de equilibrar os níveis do mineral no corpo, acarretando em retenção e consequentemente, aumento de peso.

Como cortar o sal aos poucos?

Ficou preocupado e quer finalmente diminuir o sal? Aqui estão algumas dicas simples, que não vão custar nada mais que um “muito obrigado” do seu corpo.

Tire o saleiro da mesa

É, na maioria das vezes, um hábito. Às vezes, você nem quer botar mais sal na comida, só o faz porque já está lá.

Utilize opções saudáveis como tempero

O sal não é o único tempero que existe. Talvez você tenha esquecido de como é bom usar limão, azeite, vinagre, ervas e outras inúmeras opções. Além de ótimas para a saúde, dão sabor e aroma diferenciados para os alimentos.

Fique de olho em frios, embutidos e industrializados

Não é novidade que alimentos industrializados não são os mais saudáveis que existem. Em uma única salsicha são encontrados 550 miligramas de sódio! Você pode optar por queijos brancos, frango grelhado e alimentos orgânicos para rechear o seu lanche. Vale lembrar que não precisa abandonar de vez, apenas controlar o consumo

Evite refrigerantes

Não pense que o sódio está presente apenas em alimentos salgados. Os refrigerantes, por exemplo, são alguns dos grandes vilões de quem quer evitar os males do sal. As versões light e diet são ainda mais nocivas, além de praticamente não possuírem nutrientes (isso vale para todas elas).

Sal com baixo teor de sódio

Eles possuem cloreto de potássio em vez de cloreto de sódio. Mas não pense que pode exagerar, uma vez que o potássio não é indicado para quem sofre de problemas no coração e nos rins, além de que tudo em excesso faz mal, como já foi dito.

Faça um esforço pelo seu corpo

Parece difícil abandonar os alimentos industrializados, que são inegavelmente (e artificialmente) saborosos, na mesma medida em que são prejudiciais. Substitua-os por alimentos frescos, frutas, legumes etc. Além de fazerem seu corpo funcionar melhor, te ajudam a liberar aquela quantidade a mais de sódio que ficou no seu organismo. Experimente e veja a diferença que vai fazer na sua vida!

Este conteúdo foi útil para você? Deixe seu comentário, curta e compartilhe; seu feedback é muito importante para nós. E não se esqueça de assinar a nossa newsletter. Até a próxima!

Atendimento

Av. Sampaio, Nº 296, Centro
Feira de Santana - BA - 44125-280

(75) 3623-0940 / 3485-1210

paxbahia@paxbahia.com.br

Clique para ampliar