^ Voltar ao topo
(75) 3623-0940

Remédios indicados e contraindicados em casos de suspeita de Covid-19

Remédios indicados e contraindicados em casos de suspeita de Covid-19

Após mais de dois meses desde que o primeiro caso de Covid-19 foi diagnosticado no País, atingindo milhares de pessoas de causando mortes e mais mortes, ainda há muitas dúvidas sobre sintomas e quais medicamentos podem ser utilizados, já que não há tratamento específico para tratar da doença.

Por se tratar de uma infecção similar a uma gripe forte, mas que em casos de pessoas do grupo de risco, que possuem doença crônica como diabetes, cardiopatias e outras comorbidades, evoluem para um quadro mais severo, alguns remédios chegaram a ser utilizados para amenizar os sintomas, como o ibuprofeno, mas estudos apontaram que ele pode facilitar a entrada do vírus na célula.

Um desafio também com relação a o que pode ser administrado em caso de Covid-19 são as diversas fake news disseminadas através das redes sociais, com indicações de medicamentos que não são eficazes contra a doença, pelo contrário, podem até piorar a situação.

O que é comprovado?

Diante de toda a informação comprovada sobre a Covid-19 por vezes se perder nessa enxurrada de desinformação (fake news) que recebemos diariamente, como saber o que de fato pode amenizar os sintomas da doença, causada pelo novo coronavírus, e em quais casos desse-se busca ajuda profissional?

Infelizmente, até o momento, não há medicações claramente associadas à melhora nos casos de Covid-19. Apesar disso, existem estudos para avaliação relacionado aos fatores de risco associados a quadros graves e letalidade, levando em consideração doenças preexistentes ou medicações.

Em contrapartida, também não existem, ainda, evidência de medicamentos contraindicados totalmente, já que todas as possibilidades ainda estão passando por estudos para se descobrir algo eficaz nos casos de coronavírus.

Mas uma das prevenções à doença, se tratando do organismo, é não deixar de cuidar bem da imunidade. Para isso, é necessário:

Evitar o estresse

A tensão pode prejudicar a imunidade, então, para aliviar o estresse pratique atividades como a meditação ou ouvir músicas relaxantes.

Pratique exercícios

Não deixe de praticar exercícios, mesmo estando cumprindo a quarentena dentro de casa. Os exercícios ajudam a aliviar o estresse e ainda vão promover a sensação de bem-estar.

Mantenha uma boa alimentação

O sistema imunológico pode ser reforçado com a ingestão de alimentos ricos em vitamina C, sempre indicados no caso de gripes comuns. Vitamina D também é uma boa pedida, e pode ser encontrada em peixes gordurosos, ovos e atum. O zinco também trabalha na imunidade e é encontrado em carnes vermelhas, espinafre, aspargos, gergelim ou sementes de abóbora. A vitamina A podemos encontrar em compostos multivitamínicos e de ácidos graxos ômega-3.

Sono de qualidade

O sono também ajuda a manter a saúde em equilíbrio, então faça o possível para ter uma boa noite de sono.

Quais medicamentos então podem ser administrados?

Como ocorre em toda gripe ou resfriados, não há um medicamento que faça o mal-estar ou sintomas desaparecem em um passe de mágica. O que pode ser utilizado são remédios que amenizam as dores com analgésicos, como a dipirona e o paracetamol usadas para alívio de dor de cabeça, dor no corpo e febre. Alguns antialérgicos também podem ser ministrados para melhorar os sintomas como tosse e coriza.

Cloroquina

Defendida para uso por chefes de estado – como os presidentes Jair Bolsonaro e Donald Trump – não há nenhuma indicação de que a medicação, usada para doenças reumatológicas e outras, seja eficiente contra o coronavírus. Os especialistas levam em conta os efeitos colaterais da cloroquina, que são arritmias cardíacas ou alterações na visão, para evitar a recomendação.

Além dos riscos potencialmente letais da automedicação e da ausência de estudos conclusivos que comprovem a real eficácia do medicamento, quem realmente precisar do medicamento corre o risco de ficar sem em decorrência do uso indiscriminado.

Se você foi diagnosticado com a Covid-19, siga as orientações dos órgãos de saúde de sua cidade e utilize medicamentos para amenizar os sintomas de gripe. Mas se seu quadro de saúde piorar, busque imediatamente uma unidade
de saúde.

Mas a prevenção, nesse momento, está sendo o melhor remédio. Portanto, se possível, fique em casa.

Esse conteúdo foi interessante para você? Escreva nos comentários o que achou do nosso conteúdo. Assine nossa newsletter e fique por dentro de todos os conteúdos que publicamos!

Atendimento

Av. Sampaio, Nº 296, Centro
Feira de Santana - BA - 44125-280

(75) 3623-0940 / 3485-1210

paxbahia@paxbahia.com.br

Clique para ampliar