^ Voltar ao topo
(75) 3623-0940

Suplementação vitamínica realmente faz bem para a saúde?

Suplementação vitamínica realmente faz bem para a saúde?

Os suplementos vitamínicos podem realmente torná-lo mais saudável? Alguns podem ser benéficos, mas a chave para o sucesso de vitaminas e minerais é comer uma dieta equilibrada.

É normal não entender logo de cara quais suplementos vitamínicos são os ideais para você.
Existem muitas opções que parecem ótimas, mas também existem muitas perguntas: Quais realmente funcionam? Exatamente qual a sua eficácia? Eles valem o dinheiro?

Essas são boas perguntas para quem quer viver mais saudável e evitar doenças cardíacas e derrames.

Mas antes de começar a comprar tudo, de vitamina A a zinco, lembre-se de que há apenas uma maneira de garantir as vitaminas e minerais de que seu corpo precisa: coma alimentos saudáveis.

Para explicar melhor a importância do suplemento vitamínico e se ele realmente traz algum resultado, a Pax Bahia preparou este material para você. Fique conosco e confira.

Suplementação Vitamínica: como funciona

Os suplementos podem ser benéficos, mas a chave para o sucesso de vitaminas e minerais é comer uma dieta equilibrada. Antes de tomar suplementos vitamínicos e minerais, converse com seu médico sobre seu plano alimentar.

Comida em primeiro lugar!

Os nutricionistas recomendam os alimentos primeiro, porque os alimentos fornecem uma variedade de vitaminas e minerais e também fatores dietéticos que não são encontrados em um suplemento vitamínico ou mineral.

Por exemplo, os alimentos fornecem muitos compostos bioativos e fibras alimentares que normalmente não são encontradas em suplementos. E alguns suplementos não permitem a absorção total de vitaminas.

Se tomado com o estômago vazio e sem comida, algumas vitaminas lipossolúveis não serão absorvidas tão bem quanto seriam se o suplemento fosse consumido com um alimento que forneça gordura, disse Kris-Etherton, que é voluntário na American Heart Association.

Suplementos podem ajudar

Embora a dieta seja a chave para obter as melhores vitaminas e minerais, os suplementos podem ajudar.

Por exemplo, se você está fazendo o possível para comer alimentos saudáveis, mas ainda é deficiente em algumas áreas, os suplementos podem ajudar.

A chave é garantir que eles sejam tomados como opções de dieta saudáveis ​​e não substituindo alimentos ricos em nutrientes. Eles são suplementos, não substituições. Use suplementos apenas se o seu profissional de saúde os recomendou.

Geralmente, um suplemento fornece 100% da dose diária recomendada para todas as vitaminas e minerais.

Portanto, muitos nutricionistas concordam que um suplemento é bom se as necessidades de nutrientes não forem atendidas por uma dieta saudável baseada em alimentos.

Faça o melhor para você

Como dito anteriormente, antes de tomar suplementos vitamínicos e minerais, converse com seu médico sobre seu plano alimentar pessoal.

Além disso, considere estes "faça e não faça" recomendados da American Heart Association:

Suplemento Vitamínico e as dietas

É recomendado que pessoas saudáveis ​​obtenham nutrientes adequados comendo uma variedade de alimentos com moderação, em vez de tomar suplementos.

Uma exceção para os suplementos de ácidos graxos ômega-3 é explicada abaixo.

As Ingestões Recomendadas na Dieta (DRIs) publicadas pelo Institute of Medicine são as melhores estimativas disponíveis de ingestões dietéticas seguras e adequadas.

Quase todo nutriente pode ser potencialmente tóxico se consumido em grandes quantidades por um longo tempo.

Podem ocorrer interações entre suplementos alimentares e medicamentos prescritos e entre vários suplementos alimentares tomados ao mesmo tempo.

Excesso de ferro pode aumentar o risco de doença crônica, e muita vitamina A pode causar defeitos congênitos.

Não há dados suficientes para sugerir que pessoas saudáveis ​​se beneficiem tomando certos suplementos vitamínicos ou minerais.

Embora alguns estudos observacionais tenham sugerido que taxas mais baixas de doenças cardiovasculares e / ou níveis mais baixos de fatores de risco resultam em populações que usam suplementos vitamínicos ou minerais — este é um dado muito interessante.

E as vitaminas antioxidantes?

Muitas pessoas estão interessadas em vitaminas antioxidantes (A, C e E). Isso se deve a sugestões de grandes estudos observacionais comparando adultos saudáveis ​​que consomem grandes quantidades dessas vitaminas com aqueles que não consumiram.

No entanto, essas observações estão sujeitas a preconceitos e não provam uma relação de causa e efeito.

Evidências científicas não sugerem que o consumo de vitaminas antioxidantes possa eliminar a necessidade de reduzir a pressão sanguínea, diminuir o colesterol no sangue ou parar de fumar.

Estão sendo realizados ensaios clínicos para descobrir se o aumento da ingestão de antioxidantes vitamínicos pode ter um benefício geral.

No entanto, um grande estudo recente randomizado, controlado por placebo, não demonstrou nenhum benefício da vitamina E em doenças cardíacas.

Embora suplementos antioxidantes não sejam recomendados, fontes alimentares antioxidantes - principalmente alimentos derivados de plantas, como frutas, verduras, alimentos integrais e óleos vegetais - são recomendados.

E os suplementos de ácidos graxos ômega-3?

A ingestão de peixes tem sido amplamente associada à diminuição do risco de doenças cardíacas.

Com base nos dados disponíveis, a American Heart Association recomenda que pacientes sem doenças cardíacas documentadas comam uma variedade de peixes - de preferência peixes contendo ômega-3 - pelo menos duas vezes por semana.

Exemplos desses tipos de peixe incluem salmão, arenque e truta.

Os pacientes com doença cardíaca documentada são aconselhados a consumir cerca de 1 grama de EPA + DHA (tipos de ácidos graxos ômega-3), de preferência de peixes — lembre-se de consultar seu médico primeiro.

Para pessoas com triglicerídeos elevados (gorduras no sangue), recomenda-se 2 a 4 gramas de EPA + DHA por dia, na forma de cápsulas e sob os cuidados de um médico.

Conclusão

Como podemos ver acima, a suplementação vitamínica realmente faz bem para saúde quando aliada a uma dieta controlada. Não há estudos que comprovam a eficácia dos complexos vitamínicos, porém há casos onde se faz de suma importância suplementar sua dieta, como: ômega 3.

Para mais conteúdos como este, repleto de informações sobre saúde, bem-estar, qualidade de vida e muito mais, continue acompanhando nossos conteúdos e não esqueça de deixar seu feedback. Assine nossa newsletter para receber as novidades em primeira mão!

Atendimento

Av. Sampaio, Nº 296, Centro
Feira de Santana - BA - 44125-280

(75) 3623-0940 / 3485-1210

paxbahia@paxbahia.com.br

Clique para ampliar