Etapas de um atendimento funerário completo

Etapas de um atendimento funerário completo

Durante uma despedida, além do luto, muitas vezes temos que enfrentar questões burocráticas que nos deixam ainda mais confusos e estressados. É para evitar esse tipo de situação que as assistências funerárias foram criadas.

Mas entregar a segurança e os cuidados de um ente querido nas mãos de terceiros demanda muita confiança na empresa escolhida. Para isso é preciso estar a par de todos os processos que ocorrem, desde a declaração do óbito até a última despedida.

O que fica sob os cuidados da funerária? No que consiste a preparação do corpo na funerária?

Pensando nesta questão, a Pax Bahia preparou um conteúdo especial, explicando cada etapa do atendimento funerário.

Continue com a gente!

O que faz um plano de assistência familiar?

A assistência familiar auxilia seus clientes para facilitar o processo do luto e planejar a última despedida.

Por conta do tabu que ainda paira sobre o assunto, muitas pessoas evitam tomar alguma decisão e discutir sobre suas vontades, deixando tudo para que seja resolvido de última hora. O resultado é um grande gasto financeiro e questões burocráticas interferindo no psicológico dos familiares.

Uma empresa de assistência familiar irá, portanto, tomar as rédeas da preparação do corpo e do planejamento da cerimônia de sepultamento. Tudo isso respeitando as vontades dos familiares e tendo máximo cuidado com o falecido.

Aspectos legais

Com exceção da emissão da Declaração de Óbito, a empresa de assistência familiar auxilia em todos os trâmites para a liberação e traslado do corpo até o local de sepultamento.

Veja a seguir o que fica sob responsabilidade dos familiares e o que fica sob responsabilidade da empresa:

Certidão de óbito

O primeiro passo para a realização do funeral é a emissão do documento de Declaração ou Atestado do Óbito. Este documento pode ser emitido de acordo com o local da morte. Se o óbito ocorrer em um hospital, o próprio hospital emite a declaração.

Já no caso de óbito em residências ou locais públicos, é necessário chamar o SAMU e depois acionar a remoção do corpo pelo Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) ou pelo IML.

A partir da entrega da declaração e de outros documentos pessoais, o Cartório de Registro Civil irá emitir a Certidão de Óbito.

Você pode contatar a empresa de assistência funerária assim que a Declaração for emitida.

Liberação do corpo

A liberação do corpo para o traslado e para a tanatopraxia ocorre depois que a declaração de óbito estiver em mãos e os documentos para a emissão da certidão já tiverem sido entregues.

O recolhimento de todas essas necessidades é feito pela assistência familiar, que também entra em contato com o hospital/IML para que os próximos passos sejam iniciados.

Traslado

O traslado é um serviço que consiste na retirada e transporte da pessoa falecida de um lugar para o outro – do local do óbito até a residência ou local do sepultamento.

O serviço é essencial, principalmente quando o óbito ocorre longe do local do sepultamento. Estão incluídas aqui grandes distâncias, podendo ser intermunicipal, interestadual..

Para que o serviço possa ser realizado é preciso reunir certos documentos como o requerimento de transferência, a cópia autenticada da identidade do requerente, do dono do jazigo onde o corpo está sepultado e do proprietário do jazigo que vai receber o corpo, uma cópia autenticada da certidão de óbito, o alvará judicial e a autorização expedida pela Vigilância em Saúde Ambiental.

Perceba que esse pode ser um trâmite um tanto quanto burocrático, é por isso que a prestação do serviço por parte de uma empresa de assistência familiar é sempre a melhor opção.

Preparação do corpo

Mesmo depois de ter sido atendido previamente no hospital, o corpo precisa de alguns cuidados específicos que devem ser feitos com responsabilidade nas questões técnicas e também nas questões humanitárias.

O papel da funerária, portanto, é garantir que o corpo esteja conservado, com uma boa aparência e livre de microrganismos que são produzidos naturalmente após a morte.

Como esses microrganismos podem provocar maus odores e a disseminação de vírus e bactérias, sem essa preparação não é possível velar o indivíduo com o caixão aberto e com outras pessoas no ambiente.

Esse preparo é chamado de tanatopraxia, uma técnica muito moderna, utilizada em praticamente todos os países do mundo e que demanda um lugar próprio para o serviço e a realização por parte de um profissional habilitado.

Veja a seguir como funciona a tanatopraxia:

Tanatopraxia

A tanatopraxia é utilizada para a completa desinfecção e conservação do corpo. O primeiro passo é a aplicação de um potente desinfetante, que irá impedir a contaminação do ambiente a partir dos gases produzidos e expelidos após a morte.

Para facilitar o processo e garantir que o corpo se mantenha preservado para os familiares e conhecidos, durante a aplicação do desinfetante, o corpo é massageado ajudando na drenagem dos líquidos e soltando a musculatura.

Depois da limpeza interna, é feita a limpeza externa. Para isso, é utilizado um sabão neutro para fazer a lavagem da pele. Nesse processo também são retirados todos os pelos, preservando apenas os cílios, as sobrancelhas e o couro capilar. No caso dos homens, a família pode escolher deixar a barba e o bigode para o velório.

Com a parte externa limpa, o próximo passo é o fechamento das cavidades, como narinas, boca e orelhas, com a ajuda de um algodão.

Por último, inicia-se o processo de preparação da aparência do corpo para a cerimônia. Nesta última etapa, os cabelos são lavados e penteados, a necromaquiagem é aplicada e as vestimentas escolhidas e enviadas pelos familiares são vestidas.

Preparação da cerimônia

Por fim, resta a realização da cerimônia para uma despedida íntima, confortável e sensível. Algumas empresas, como a Pax Bahia, possuem seus próprios locais para a realização da despedida, como Memoriais altamente equipados e preparados para esse tipo de situação.

Dito isso, o velório também pode ser realizado em algum lugar que o falecido gostava, a escolha é da família.

Além da escolha e reserva do local, a empresa de assistência familiar também é responsável pela ambientação. Os detalhes também devem receber a autorização da família. É preciso pensar na comodidade e se haverá espaço que comporte de forma satisfatória a todos que irão chegar.

Cada um desses passos deve ser dado com muito cuidado e respeito, entendendo que esse é um momento de muita dor para todos envolvidos. É por isso que fazer a escolha de um plano de assistência familiar demanda pesquisa e muita confiança na empresa.

A Pax Bahia é considerada líder no mercado baiano justamente por garantir serviços amplos e de alta qualidade. Não deixe de conferir nosso conteúdo especial sobre os serviços oferecidos pela Pax!

Encontre o plano perfeito para você, entre em contato!

Este conteúdo foi útil para você? Deixe seu comentário, curta e compartilhe; seu feedback é muito importante para nós. E não se esqueça de assinar a nossa newsletter. Até a próxima!

Matriz: Av. Sampaio, Nº 296, Centro Feira de Santana BA - 44125-280

(75) 3623-0940

(75) 3623-0940